tumblr site counter

Trovadorismo



Trovadorismo – Cantigas

 

Introdução

 

O trovadorismo teve origem no século XII em Portugal e pode-se dizer que foi a primeira manifestação literária da língua portuguesa.

 

Sua época abrange as origens da Língua Portuguesa. Nesse momento, Portugal ocupava-se com as Cruzadas, a luta contra os mouros, estava marcado pelo teocentrismo e pelo enfraquecimento do sistema feudal.

 

Os poetas e cronistas dessa época eram chamados de trovadores, pois no norte da França, o poeta recebia o apelativo trouvère (em Português: trovador), cujo radical é: trouver (achar), dizia-se que os poetas “achavam” sua canção e a cantavam acompanhados de instrumentos como a cítara, a viola, a lira ou a harpa. Os poemas produzidos eram feitos para serem cantados. Os trovadores, que tiveram destaque no papel social, tinham grande liberdade de expressão.

 

 

Marco inicial

 

 

A “Cantiga da Ribeirinha” (conhecida também como “Cantiga da Garvaia”), escrita por Paio Soares de Taveirós em 1189.

 

 

Tipos de cantigas:

 

Gênero lírico

 

* – Cantigas de amor

* – Cantigas de amigo

 

Essas cantigas dividiam-se em dois tipos:

 

Refrão, caracterizadas por um estribilho repetido no final de cada estrofe,

 

Mestria, que era mais trabalhada, sem algo repetitivo.

 

 

Gênero satírico

 

* – Cantigas de escárnio

* – Cantigas de maldizer

 

 

 

Cantiga de Amor

 

Quem fala no poema é um homem, que se dirige a uma mulher da nobreza, no qual o amor se torna tema central do texto poético. Esse amor se torna impraticável, pois a mulher era casada. Segundo o homem, sua amada seria a perfeição e incomparável a nenhuma outra. O homem sofre interiormente, coloca-se em posição de servo da mulher amada. Ele cultiva esse amor em segredo. Nesse tipo de cantiga há presença de refrão que insiste na idéia central.

 

 

Cantiga de Amigo

 

O personagem central é uma mulher da classe popular. O trovador procura expressar o sentimento feminino através de tristes situações da vida amorosa das donzelas. Nesse tipo de poema, a moça conversa e desabafa seus sentimentos de amor com a mãe, as amigas, as árvores, as fontes, o mar, os rios, etc. Possui caráter narrativo e descritivo.

 

Cantigas de escárnio e de maldizer

 

Escárnio: Esse tipo de cantiga são críticas, utilizava muitas vezes de ironia indireta, ridicularizando as pessoas e costumes da época.

 

Muitas vezes utilizavam palavras de duplo sentido.

 

 

Já as de maldizer utilizavam da agressividade, vulgaridade, diretamente aos personagens.

 

Os temas utilizados e mais comuns eram as disputas políticas.

 

 

Trovadores

 

Os mais conhecidos trovadores foram: João Soares de Paiva, Paio Soares de Taveirós, o rei D. Dinis, João Garcia de Guilhade, Afonso Sanches, João Zorro, Aires Nunes, Nuno Fernandes Torneol.

 

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 0.0/10 (0 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)


Deixe Seu Comentário »