tumblr site counter

Lexicologia



Lexicologia é a disciplina lingüística que se ocupa do estudo do léxico, nas suas diferentes estruturas. Ou seja, estuda todos os aspectos relacionados com as unidades de primeira articulação, as unidades dotadas de duas faces, significante e significado. O pesquisador e especialista da lexicologia é conhecido como lexicólogo.

 

O léxico é entendido como o conjunto das palavras de uma língua, também chamadas de lexias. As lexias são unidades de características complexas cuja organização enunciativa é interdependente, ou seja, a sua textualização no tempo e no espaço obedece a certas combinações. Embora possa parecer um conjunto finito, o léxico de cada uma das línguas é tão rico e dinâmico que mesmo o melhor dos lingüistas não seria capaz de enumerá-lo.

 

Isto ocorre porque dele faz parte à totalidade das palavras, desde as preposições, conjunções ou interjeições, até os neologismos, regionalismos ou terminologias, passando pelas gírias, expressões idiomáticas ou palavrões.

 

O léxico é o objeto de estudo da lexicologia. Diz-se comumente que as unidades lexicais constituem sistemas abertos (ou inventários ilimitados), ao passo que as unidades gramaticais constituem sistemas fechados. Nesta acepção, léxico opõe-se a gramática, dado que o léxico é um sistema aberto e a gramática um sistema fechado. Não obstante, as fronteiras entre estes dois domínios lingüísticos nem sempre são facilmente identificáveis, começando as dificuldades na própria inventariação das unidades de cada sistema. Podemos identificar transferências de um campo a outro.

 

Falamos de lexicalização a propósito de estruturas como fazer perguntas, fazer troça, dar apoio, dar mimo (que coexistem na língua com perguntar, troçar, apoiar, mimar ), onde o primeiro elemento é o chamado verbo suporte (opõe-se-lhe a noção de verbo pleno), semanticamente vazio ou quase, e cuja função é “carregar” os monemas gramaticais compatíveis exclusivamente com a classe verbal, também designados modalidades, que são o tempo e o modo . A carga semântica, por seu turno, está presente no substantivo.

 

Falamos de gramaticalização ou deslexicalização, entre outros fenômenos, no que respeita ao funcionamento de verbos plenos como verbos suporte . Considere-se :

 

1- Dei um bolo ao João, 2 – Dei uma bofetada ao João.

 

Em 1, dar funciona como verbo pleno, desempenhando a função sintática de predicado, um bolo, preenchendo a função sintática de complemento direto. Em 2, dar é um verbo suporte e só podemos identificar o predicado com a estrutura dar uma bofetada (esbofetear), sendo impróprio fazermos a identificação de uma bofetada como preenchendo a função de complemento direto.

 

Atente-se ainda nos múltiplos fatos lingüísticos que se situam no limiar de ambas as disciplinas, dos quais são mero exemplo os problemas relacionados com unidades como bola-bolo, cesto-cesta, papo-papa, rola-rolo, sino- sina, etc.

 

Os estudos de lexicologia começam a ganhar estatuto de maioridade a partir dos anos 50, marcados por obras como a de G. Matoré, (La méthode en Lexicologie), pelo congresso de 1957, realizado em Estrasburgo (Lexicologie et lexicographie françaises et romanes, 1960) e o início da publicação dos Cahiers de lexicologie, dirigidos por B. Quemada.

 

Não devemos confundir a lexicologia da lexicografia, disciplina que se ocupa da feitura de dicionários. Os contributos da lexicologia são, não obstante, de grande interesse para a lexicografia, e esta pode ser entendida como um ramo da lexicologia aplicada. A lexicologia tem por objetivo estudar a morfologia e a semântica lexicais.

 

A lexicologia, enquanto ciência do léxico estuda as relações deste com os outros sistemas da língua, mas, sobretudo a relações internas do próprio léxico. A lexicologia abrange domínios como a formação de palavras, a etimologia, a criação e importação de palavras, a estatística lexical, e relaciona-se necessariamente com a fonologia, a morfologia, a sintaxe e em particular com a semântica.

 

Neste âmbito, as relações semânticas de sinonímia, antonímia, hiponímia, hiperonímia interessam à lexicologia.

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 9.0/10 (1 voto no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +2 (from 2 votos)

Lexicologia, 9.0 out of 10 based on 1 rating



Um Comentário »

  1. Miranda Sebastião 27 de abril de 2013 at 9:48 - Reply

    Esse artigo oferece interessantíssimos esclarecimentos sobre lexicologia e lexicografia. Que bom!

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votos cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votos)

Deixe Seu Comentário »