tumblr site counter

Drunkorexia ou Anorexia Alcoólica



Drunkorexia ou anorexia alcoólica é um termo criado nos EUA para definir uma doença que mistura transtornos alimentares e alcoolismo.

Ainda não possui um termo médico oficial, e por isso não está presente nas classificações e manuais de doenças.

 

É muito comum entre jovens e adultos de idade entre 20 e 40 anos, que ingerem bebidas alcoólicas no lugar da refeição. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o alcoolismo atinge cerca de 12% da população feminina mundial.

 

Noventa por cento dos casos de anorexia nervosa são encontrados em mulheres. Os casos aumentam cada vez mais, em razão do culto ao corpo perfeito bastante mostrado na mídia. Buscando seguir esses padrões, as mulheres deixam de comer para chegar ao corpo desejado.

 

No Brasil, ainda não existem dados oficiais sobre a Drunkorexia.

 

O assunto está em pauta e será muito discutido na novela “Viver a Vida”, da Rede Globo. A personagem Renata, vivida pela atriz Bárbara Paz, foi diagnosticada com o distúrbio e sofrerá muito até aceitar que precisa de cuidados médicos.

 

Alguns estudos psiquiátricos mostram que o alcoolismo feminino está associado a transtornos psicológicos relacionados à anorexia, bulimia, depressão e ansiedade. O álcool anestesia emoções ruins como a frustração, e no caso da “drunkorexia”, reduz o apetite. No funcionamento orgânico beber com estômago vazio acelera os efeitos do álcool.

 

Apesar de pouco estudado, esse transtorno pode provocar sérios danos físicos e psicológicos como:

 

– ansiedade, depressão, nervosismo, traumatismos, diabetes, dano ao feto, câncer de boca e esôfago, resfriados freqüentes, menor resistência á infecções, danos hepáticos, risco de pneumonia, tremores nas mãos, formigamentos nos dedos das mãos e dos pés,gastrite, , maior propensão a quedas, envelhecimento precoce, perda de memória, anemia, insuficiência cardíaca, hemorragias, vômitos, pancreatite, agressividade, conduta irracional culminando com problemas familiares.

 

Para quem sofre dessa doença o álcool muitas vezes serve como uma válvula de escape para problemas. A bebida é usada para reduzir a compulsão por alimentos e o apetite. O álcool substitui o alimento sob a forma de “calorias vazias”, pois ele não é utilizado eficientemente pelo organismo como uma forma de combustível.

 

Quem sofre desse distúrbio se recusa em se manter no peso mínimo indicado para a altura e idade e tem medo intenso de engordar, possuem uma distorção da imagem corporal e alterações do ciclo menstrual sem causa aparente associados ao consumo de álcool em substituição dos alimentos.

 

O tratamento deve ser feito com uma equipe multidisciplinar. A terapia comportamental e acompanhamento nutricional para controle das duas doenças associadas é muito importante: o transtorno alimentar e o alcoolismo. Além disso, estratégias como trabalhos de grupo, reuniões do AA (Alcoólicos Anônimos) e avaliações clínicas para medir e tratar os prejuízos orgânicos do consumo são essenciais.

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 0.0/10 (0 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)


Deixe Seu Comentário »