Triângulos – Definição, Elementos e Classificação

Definição

 

A palavra “triângulo” tem origem do latim triangulu, e é um polígono que possui três lados e três ângulos. É o polígono com o menor número de lados, o único polígono que não possui diagonais. Cada ângulo externo do triângulo é suplementar ao ângulo interno adjacente.

 

Para calcular o perímetro do triângulo, basta somar as medidas de seus lados, onde a soma dos ângulos internos deve ser sempre 180º.

 

Elementos

 

1) Mediana: é a reta que une um vértice ao ponto médio do lado oposto.

 

2) Ceviana: segmento de reta com um extremo num vértice e outro extremo na reta

que contém o lado oposto.

 

3) Incentro: é o centro da circunferência inscrita e o ponto de encontro das três bissetrizes.

 

4) Baricentro: é onde as três medianas se encontram.

 

5) Circuncentro: ponto de encontro das mediatrizes dos lados do triângulo. Pode ser interno ou externo.

 

6) Ortocentro: é onde as três alturas do triângulo se encontram. Pode ser interno ou externo.

 

Classificação

 

De acordo com os ângulos:

 

1) Acutângulo: possui todos os ângulos agudos.

 

2) Eqüiângulo: possui todos ângulos congruentes

 

3) Obtusângulo: possui um ângulo obtuso, ou seja, maior que 90º

 

4) Retângulo: possui um ângulo reto, ou seja, de 90º

 

 

De acordo com a medida do seu lado:

 

1) Eqüilátero: possui três lados iguais, ou seja, congruentes. Todos os seus ângulos internos medem 60º (são congruentes), assim, ele é também um eqüiângulo.

 

2) Escaleno: não possui os três lados congruentes, assim, todos os lados e ângulos são diferentes.

 

3) Isósceles: possui dois lados e dois ângulos adjacentes à base congruentes. Possui pelo menos dois lados de mesma medida e dois ângulos congruentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *