tumblr site counter

A Matemática do Pedreiro



Etnomatemática

 

A matemática está presente em todos os campo da vida de todas as pessoas, no entanto, nem sempre notamos este fato na vida cotidiana. Muitas profissões utilizam a matemática no dia a dia sem sequer notar que estão empregando conceitos ensinados nas escolas.

 

Para conseguir desenvolver um raciocínio matemático nem sempre é preciso frequentar uma escola, ele pode ser desenvolvido naturalmente na prática cotidiana das pessoas, como uma dona de casa que nunca teve chance de estudar mas consegue manter o controle sobre as finanças domésticas, fazer supermercado e pedir desconto na perfumaria, ou o pedreiro, um dos profissionais que mais utiliza cotidianamente os conhecimentos matemáticos e muitas vezes não reconhece isso.

 

Existe um importante movimento dentro do ensino da matemática de que este tipo de conhecimento deve ser reconhecido e notado e utilizado para o ensino desta disciplina, aproximando o conhecimento da matemática da vida cotidiana das pessoas.

 

Os defensores da etnomatemática utilizam preceitos desenvolvidos por outros estudiosos da área de educação para demonstrar que o conhecimento pode ser realmente construído a partir de noções que estão presentes na vida cotidiana das pessoas.

 

Nenhum ser humano é ignorante, cada qual possui seus próprios conhecimentos empíricos que devem ser utilizados como base na construção de novos conhecimentos.

 

 

A matemática do pedreiro

 

A matemática do pedreiro é um dos mais notáveis exemplos de conhecimento matemático desenvolvido de forma empírica.

 

Muitas vezes, somente ao olhar, o pedreiro consegue calcular quantidade de material que será necessária para cobrir determinada área. Consegue dizer quanto de azulejo é preciso comprar para azulejar um banheiro ou uma cozinha.

 

Este mesmo pedreiro, muitas vezes, se questionado sobre a fórmula para calcular a área do paralelepípedo não saberá responder. De fato, ele até mesmo pode conhecer a denominação da figura geométrica ou que este cálculo que faz cotidianamente é um calculo de área, mas sabe fazê-lo sem problemas.

 

O mesmo ocorre ao utilizar suas ferramentas cotidianas. Todo pedreiro sabe que, ao subir uma parede, é preciso utilizar o prumo para que a parede suba reta, sem tombar para um lado nem para o outro. Ou seja, o pedreiro carrega consigo uma ferramente que serve para traçar uma reta perpendicular ao chão, um ângulo de 90 º.

 

Outros exemplos importantes de ferramentas matemáticas utilizadas na vida cotidiana do pedreiro são o nível, que garante que o piso construído seja plano e o metro, que nada mais é que uma grande régua utilizada para mensurar diversos espaços para conseguir construir corretamente a casa ou o que quer que seja.

 

 

Teorema de Pitágoras na Matemática do Pedreiro

 

Um dos mais importantes conceitos trigonométricos é executado frequentemente por todos os pedreiros, sem que se tenha consciência disso.

 

Ao tirar as medida do chão até a parede e do rodapé até a altura que ficará a escada, colocá-la em um ângulo de 90 º e a partir disso calcular qual será o tamanho e inclinação da escada temos a aplicação prática do teoria de pitágoras, sendo a parede e o chão catetos e a escada em si a hipotenusa, que se consegue calcular utilizando este teorema.

 

Autoria: Bruna Barlach

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 8.0/10 (3 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 2 votos)

A Matemática do Pedreiro, 8.0 out of 10 based on 3 ratings



Deixe Seu Comentário »