tumblr site counter

A Colonização – A Economia Açucareira



Com a falta de metais preciosos, buscou-se uma nova forma de obter lucro no Brasil colônia. Essa nova forma foi através do açúcar, um produto com boa aceitação e elevado preço.

 

 

 

Foi Martin Afonso de Souza que trouxe as primeiras mudas de cana de açúcar, instalando em 1533 o engenho da colônia em São Vicente. Os engenhos eram grandes propriedades agro-exportadoras de açúcar. Muitos chegavam a ter por volta de 5 mil moradores. O senhor do engenho era responsável pela produção, e tinha grande prestígio social.

 

 

 

Com o tempo, foram surgindo mais engenhos, chegando a 400 em 1610. Estavam concentrados principalmente em Pernambuco e na Bahia, que tinham excelentes condições de clima e solo.

 

 

 

O açúcar tornou-se o principal produto de exportação, e o Brasil, durante o século XVI, o maior produtor de açúcar do mundo. Apesar disso, eram os holandeses que mais se beneficiavam com esta atividade, obtendo grande parte do lucro do que era vendido. Nessa época, os holandeses eram os únicos que tinham potencial para criar um mercado de grandes proporções para um produto como o açúcar.

 

 

 

Eram produzidos dois tipo de açúcar: o açúcar macho e o mascavo.

 

 

 

Outras lavouras desenvolveram-se na colônia, mas geralmente apresentavam um caráter complementar e secundário. À produção canavieira destinavam-se as melhores terras, grandes investimentos de capital e a maioria da mão-de-obra.

 

Porém, entre 1580 e 1640, Portugal e suas colônias passaram ser dominadas pelos espanhóis.

 

Uma guerra levou os holandeses (conhecedores das técnicas) a produzir o açúcar em suas colônias. Com isso, houve queda na exportação e no preço do açúcar brasileiro. A crise da produção açucareira no Brasil trouxe prejuízos tanto para a economia portuguesa quanto para a colonial.

 

 

Diante da crise da produção colonial de açúcar, o rei de Portugal, D. Pedro II tomou algumas medidas para superá-la.

 

Estimulou-se no Brasil a produção do tabaco e outros produtos alimentares destinados à exportação, bem como se intensificou a busca das drogas do sertão. Juntamente com a tentativa de revitalização da produção açucareira, essas medidas tiveram efeitos positivos coincidindo com o princípio da atividade mineradora. Porém, mesmo com a competição com outros produtos e com o lucro menor, o açúcar continuou sendo o principal produto nas exportações.

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 1.0/10 (1 voto no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)

A Colonização – A Economia Açucareira, 1.0 out of 10 based on 1 rating



Deixe Seu Comentário »