tumblr site counter

A Mineração



1. A Organização da Produção Mineira

 

 

A exploração do minério não exigia grandes capitais nem técnicas avançadas, pois o ouro obtido nesta época foi, basicamente, o “ouro de aluvião” (ouro que fica na superfície dos leitos dos rios ou do solo). A organização da produção foi feita através de unidades que se dividiam em dois tipos:

 

 

• Lavras – eram unidades de grande porte, dispondo de aparelhos mais sofisticados e usando um grande número de escravos

 

• Faisqueiras – unidades menores onde a extração do ouro era feita por garimpeiros que trabalhavam sozinhos ou com um pequeno número de escravos; usavam técnicas e equipamentos inferiores aos utilizados nas lavras.

 

A produtividade variava muito, obrigando a sua alta especialização e, também a uma grande dependência de outros setores.

 

O abastecimento da região mineradora era feito pela pecuária sulista e nordestina, por meio das tropas de mulas, pela agricultura paulista e pelas importações da metrópole.

 

Dessa forma, a mineração atuou como centro de distribuição de renda e dinamização do mercado interno colonial.

 

 

2. A Regulamentação da Economia Mineira

 

 

Com o crescimento da produção aurífera, a metrópole decidiu aumentar a fiscalização, criando uma legislação:

 

• 1603: criação do “quinto”

 

• 1702: criação da Intendência das Minas

 

• 1720: implantadas as Casas de Fundição

 

• 1735: criado o imposto denominado de “capitação”, pelo qual o minerador devia pagar 17 gramas de ouro por escravo que possuísse

 

• 1765: devido ao declínio da produção e à conseqüente demora no pagamento de impostos atrasados, Portugal decretou a “derrama” – cobrança oficial e quase sempre feita de maneira violenta.

 

 

3. O Tratado de Methuen

 

 

Foi um tratado assinado por Portugal e Inglaterra em 1703, que cristalizaria a dependência de Portugal em relação à Inglaterra.

 

Determinava que a Inglaterra poderia vender seus tecidos sem pagar impostos alfandegários em Portugal e o mesmo aconteceria com Portugal ao vender seu vinho para a Inglaterra. Por isso esse tratado também ficou conhecido como o Tratado dos Panos e Vinhos.

 

 

4. As Conseqüências da Mineração

 

– enfraquecimento do equilíbrio do sistema colonial

 

– formação de uma camada social média

 

– urbanização

 

– transferência da capital da colônia de Salvador para o Rio de Janeiro

– mudança do eixo econômico da vida colonial -do litoral nordestino para a região Centro-Sul

 

 

– intensificação do comércio interno

 

 

– aumento da produção de alimentos e da criação de gado

 

 

– surgimento de rotas coloniais (tropas de mulas)

 

– estímulo a importação de artigos manufaturados

 

– aumento populacional nas regiões das minas

 

– a sociedade mineradora passa a apresentar uma certa flexibilidade e mobilidade

 

 

– Iluminismo

 

 

– incentivo a produção cultural

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 0.0/10 (0 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)


Deixe Seu Comentário »