tumblr site counter

A Expansão Territorial – As Drogas do Sertão e as Entradas



No século XVII, no Brasil, alguns homens se introduziram no sertão, movidos pelo desejo de encontrar jazidas de metais preciosos e outras riquezas e também para aprisionar selvagens, a fim de vendê-los como escravos aos colonizadores.

 

Grande parte do território brasileiro era ainda desconhecido: por essa razão muitas pessoas imaginavam que haviam grandes riquezas ainda não exploradas.

Geralmente, entravam pelas selvas seguindo o curso dos rios ou as trilhas dos índios: daí o nome entradas. Elas tinham como objetivo principal encontrar ouro e foi uma das principais responsáveis pela dizimação em grande escala das tribos indígenas no Brasil.

 

A ação dos catequizadores, ao passo que se opunha a esta caçada humana, acabava por facilitar o trabalho dos entradistas: a catequização dos índios, que se aglomeravam em aldeias, tornava mais facilitada a própria aniquilação deste povo. Os portugueses ainda aproveitavam as hostilidades entre certas tribos inimigas e jogavam-nas umas contra as outras, tirando grande partido disto. Apesar destes fatos, a luta dos portugueses não se desenvolveu sem perdas: os índios, de grande tradição caçadora e guerreira, opuseram grande resistência ao português. Mas a caçada portuguesa aos indígenas, ainda assim, foi implacável.

 

As entradas se propagaram principalmente no litoral nordestino, saindo da Bahia e de Pernambuco para o interior em missão geralmente oficial de mapeamento do território.

 

São essas expedições que devassam a Amazônia e ali dão início ao extrativismo das “drogas do sertão” (ervas, resinas, condimentos e madeiras nobres). Elas entram pelo rio São Francisco, abrindo caminho para o gado, chegam às serras mineiras e descobrem ouro e diamante.

 

A descoberta das drogas do sertão se deu em um período em que a busca por especiarias no Mundo Oriental estava em processo de decadência. Dessa maneira, a exploração da região norte teve grande desenvolvimento no momento em que assumiu o papel econômico antes desempenhado por outras nações. Além disso, a busca e o comércio das drogas do sertão tiveram fundamental importância para a ocupação da região norte do Brasil.

 

As chamadas drogas do sertão agrupavam vários tipos de produtos como o guaraná, o anil, a salsa, o urucum, pau-cravo, gergelim, cacau, baunilha e castanha-do-pará. Todas essas especiarias tinham alto valor de revenda no Velho Continente e, por isso, logo o contrabando apareceu nessas áreas. Para controlar a exploração dessas drogas, Portugal optou por deixar a exploração desses gêneros a cargo das missões jesuíticas que empregava mão-de-obra indígena.

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 7.7/10 (7 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +3 (from 5 votos)

A Expansão Territorial – As Drogas do Sertão e as Entradas, 7.7 out of 10 based on 7 ratings



2 Comentários »

  1. Murlo da Silva 7 de março de 2013 at 17:25 - Reply

    Muito bom o texto :)

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 4.0/5 (1 voto cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +1 (from 1 voto)
  2. Sidney 27 de abril de 2013 at 16:49 - Reply

    Excelente! Ajudou bastante em minha pesquisa.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 4.0/5 (1 voto cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +1 (from 1 voto)

Deixe Seu Comentário »