tumblr site counter

A Violência Doméstica



1 INTRODUÇÃO

A violência doméstica é um problema universal que atinge milhares de pessoas, em grande número de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente. Trata-se de um problema que atinge ambos os sexos e não costuma obedecer nenhum nível social, econômico, religioso ou cultural específico.

Este tipo de problema é complexo e seu enfrentamento necessita a composição de serviços de naturezas diversas, demandando um grande esforço de trabalho em rede. A integração entre os serviços dirigidos ao problema, entretanto, é difícil e pouco conhecida, ficando afastada ou diminuta em cidades como Várzea Grande.

Várzea Grande conhecida como cidade industrial, é uma cidade do Estado de Mato Grosso que forma uma conurbação com a capital do Estado Cuiabá, sua população quase totalmente na área urbana, são 248.728 habitantes.

 

É importante ressaltar que na capital do Estado registram-se cerca 4000 casos dessa violência por ano, enquanto na cidade de Várzea Grande, com um numero bem inferior de habitantes, são registrados mais de 2000 casos. Alguma coisa está errada…

 

1.1 TEMA

 

A temática realizada por este trabalho é Violência doméstica em Várzea Grande, bem como suas causas, conseqüências e possíveis soluções.

 

1.2 PROBLEMA

 

Porque o numero de casos de violência doméstica na cidade é tão alto? Porque as autoridades locais não conseguem reprimir este tipo de violência? Existem pessoas capacitadas para lidar com tais situações? Quais as medidas que podem ser tomadas diante os agressores? Existem penas prescritas em lei para tais atos? Qual a melhor forma de combater a violência doméstica?

 

1.3 HIPÓTESES

 

A cidade de Várzea Grande, assim como outras cidades do Mato Grosso, tem demonstrado um numero elevado de casos de violência doméstica, no entanto nos últimos anos a cidade tem ultrapassado em numero de casos cidades com um numero superior de pessoas, fato este que vem trazendo preocupação às autoridades locais.

 

Acredita-se que as principais causas destes elevados números de casos estejam ligadas: a) a falta de pessoas especializadas para lidar com as vítimas; b) a falta de uma delegacia específica na cidade; c) as penas brandas que não inibem os agressores.

 

Os crimes de violência contra a mulher só têm penas mais severas quando são de maior gravidade, como no caso de assassinato, tentativa de homicídio ou estupro, mas em geral, estão inseridos na lei 9.099, que propõe a pena alternativa.

 

De acordo com dados da polícia, os agressores geralmente são reincidentes. Eles são obrigados a cumprir penas brandas, como prestação de serviço público. Com isso, os acusados voltam cometer os mesmos crimes.

 

Portanto uma forma eficaz de diminuir estes graves casos de violência e que felizmente já está sendo tomada pela prefeitura de Várzea Grande é o investimento em especialização dos policiais, que obterão conhecimento especifico da área que estão lidando, dando credibilidade as vitimas que conseqüentemente denunciarão com mais facilidade.

 

1.4 OBJETIVOS

 

1.4.1 GERAL

 

O objetivo geral deste trabalho é verificar porque existe um elevado numero de casos de violência doméstica na cidade de Várzea Grande, identificando os elementos propiciadores desse fato.

 

 

 

 

1.4.2 ESPECÍFICOS

 

1. Reconhecer e descrever as principais causas que tem levado ao aumento dessa violência.

 

2. Comparar a cidade de Várzea Grande a outras do mesmo Estado, mostrando e buscando entender porque existe diferença na quantidade de casos denunciados à policia.

 

3. Verificar os órgãos do governo que estão instalados na cidade e que trabalham a favor da diminuição da violência.

 

4. Expor as medidas que estão sendo tomadas pelas autoridades locais e caracterizá-las de acordo com sua eficiência diante do problema.

 

1.5 JUSTIFICATIVA

 

Nos últimos anos, assistimos no Brasil a uma mobilização da sociedade no que diz respeito à violência doméstica, percebemos que pouco a pouco medidas começam ser tomadas por parte do governo que instituiu, dentre outros, Delegacias de Defesa da Mulher, Casas Abrigo, Serviços de Atendimento à Violência Sexual, Centros de Referência, etc.

 

No entanto em cidades como Várzea Grande observa-se uma ruptura nestes avanços e um retardamento no processo de evolução das benfeitorias do governo, que influenciaram, negativamente, em um aumento considerado no número de casos da violência doméstica.

 

Diante destes fatos percebe-se a necessidade de pesquisas e estudos sobre a deficiência deste setor na cidade, não só para uma repreensão das autoridades locais, como também para um pedido, na verdade uma cobrança, de novas medidas a serem tomadas por ela com o propósito de diminuir, rapidamente, este problema.

 

 

2. REFERÊNCIAL TEÓRICO

 

 

 

2.1 VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

 

2.1.1 CONCEITO

 

Violência doméstica, também conhecida como violência familiar, é um fenômeno complexo, pois suas causas são múltiplas e de difícil definição. Vários teóricos ofereceram definições sobre o tema, no entanto nenhuma dessas teorias conseguiu refletir a conceituação global do fenômeno. Como afirma (Heise et al., 1994:41) “… é um fenômeno extremamente complexo, com raízes profundas nas relações de poder baseadas no gênero, na sexualidade, na auto-identidade e nas instituições sociais “.

 

2.1.2 FASES

 

Lenore Walker afirmou que a violência doméstica, em especial contra as mulheres, não ocorrre de um dia para o outro, ela é, pois, um processo longo que ele apresentou em um modelo de “Ciclo de Violência” que consiste de três fases:

 

Lua de mel: caracterizada por afeição, reconciliação, e aparente fim da violência.

Surgimento da tensão: caracterizada por pouca comunicação, tensão, medo de causar explosões de violência.

acção: caracterizada por explosões de violência, abusos.

2.1.3 CLASSIFICAÇÔES

 

Para entender a violência doméstica, deve-se ter em mente alguns conceitos sobre a dinâmica e as diversas faces da violência doméstica, como por exemplo:

 

2.1.3.1 VIOLÊNCIA FÍSICA

 

Violência física é o uso da força com o objetivo de ferir, deixando ou não marcas evidentes. São comuns murros e tapas, agressões com diversos objetos e queimaduras por objetos ou líquidos quentes. Quando a vítima é criança, além da agressão ativa e física, também é considerado violência os atos de omissão praticados pelos pais ou responsáveis.

 

2.1.3.2 VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA

 

A Violência Psicológica ou Agressão Emocional, às vezes tão ou mais prejudicial que a física, é caracterizada por rejeição, depreciação, discriminação, humilhação, desrespeito e punições exageradas. Trata-se de uma agressão que não deixa marcas corporais visíveis, mas emocionalmente causa cicatrizes indeléveis para toda a vida.

 

2.1.3.3 VIOLÊNCIA VERBAL

 

A violência verbal normalmente se dá concomitante à violência psicológica. Alguns agressores verbais dirigem sua artilharia contra outros membros da família, incluindo momentos quando estes estão na presença de outras pessoas estranhas ao lar. Em decorrência de sua menor força física e da expectativa da sociedade em relação à violência masculina, a mulher tende a se especializar na violência verbal, mas, de fato, esse tipo de violência não é monopólio das mulheres.

 

 

3. METODOLOGIA

 

A técnica de coleta de dados foi exercida através de uma pesquisa qualitativa, ou exploratória, baseada em documentos e dados atualizados recentemente.

 

Obteve-se com essa pesquisa apenas uma interpretação da realidade já exposta, a definição e apresentação da realidade através de dados verdadeiros expostos com objetividade.

 

 

4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

BALLONE GJ, Ortolani IV – Violência Doméstica, Disponível em: <http://www.psiqweb.med.br/infantil/violdome.html> revisto em 2002.

 

AZEVEDO, Maria Amélia – Infância e Violência Doméstica: Fronteiras do Conhecimento (Orgs.). São Paulo: Cortez, 1993.

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 0.0/10 (0 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)


3 Comentários »

  1. Moisés 4 de outubro de 2012 at 16:57 - Reply

    Gostei muito desse tema, pois estou fazendo pesquisa sobre esse assunto, violência doméstica. Gostaria de receber mais material sobre esse assunto.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votos cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +1 (from 1 voto)
  2. Jeussy Rellen 3 de dezembro de 2012 at 0:31 - Reply

    Quando falamos de violência falamos não só da que sofremos em casa, mas, também nas ruas, no trabalho etc.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votos cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votos)
  3. Rogerio 22 de agosto de 2013 at 15:46 - Reply

    Gostei muito do conteúdo que se pode ver neste site.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votos cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votos)

Deixe Seu Comentário »