tumblr site counter

Os Anelídeos



– São animais pluricelulares

 

– Corpo mais ou menos cilíndrico e alongado subdividido em anéis ou metâmeros

 

– São vermes mais evoluídos que os platelmintos e nematelmintos

 

– São comuns em hortas e terrenos úmidos

– A origem do nome se deve ao fato de ter o corpo dividido em segmentos ou “anéis”

 

 

Classificação

 

Reino: Animália ou Metazoa

 

Sub-reino: Eumetazoa

 

Flo: Annelida

 

Classes

 

1. Oligochaeta: com poucas cerdas, não apresentam parapódios nem cabeça diferenciada. Seus representantes mais comuns são as minhocas, que vivem em terra úmida.

 

2. Polichaeta: apresentam muitas cerdas, com cabeça diferenciada com tentáculos.

 

3. Hirudínea: são desprovidos de cerdas, parapórdios e cabeça diferenciada. Possuem ventosas para fixação, locomoção e ingestão de alimento. Podem ser espécies marinhas ou que habitam terra úmida.

 

 

Filogenia

 

• Triblásticos ou triploblásticos

 

• Protostômios

 

• Eucelomados (esquizoceloma)

 

• Simetria bilateral

 

• Metaméricos ou segmentados

 

 

Fisiologia

 

Sistema Tegumentar: Corpo revestido por uma epiderme simples contendo glândulas mucosas e células sensoriais.

 

Sustentação e Locomoção: o esqueleto está ausente. A sustentação do corpo é dada pelo celoma, que atua como esqueleto hidrostático. Apresentam um sistema muscular representado pelo sistema músculo-dermático. A locomoção é feita por contrações rítmicas da musculatura.

 

Aparelho Digestivo: possuem aparelho digestivo com tubo digestivo completo, com digestão extracelular.

 

Aparelho Respiratório: são desprovidos de aparelho respiratório. A respiração é cutânea.

 

Aparelho Excretor: formado por um par de nefrídeos em cada anel do corpo.

 

Sistema Nervoso: é centralizado, do tipo ganglionado. Há um par de gânglios cerebróides localizados sobre a faringe, de cada um dos quais parte um cordão nervoso longitudinal e ventral. Em cada anel há um par de gânglios dos quais partem nervos que se dirigem para os órgãos e para a superfície do corpo.

 

Sexo: Poliquetos são animais geralmente dióicos, enquanto oligoquetos e hirudíneos são monóicos. A reprodução nesses organismos é sempre sexuada por fecundação cruzada e externa. O desenvolvimento é externo e direto.

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 0.0/10 (0 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)


Deixe Seu Comentário »