tumblr site counter

Coliformes



A glicólise é um dos processos mais antigos, na escala evolutiva, através do qual se opera a recuperação de uma parte da energia armazenada na glucose. No termo da glicólise, obtem-se a fragmentação da molécula de açúcar em duas moléculas de ácido pirúvico. Esta energia é posta à disposição das funções celulares sob a forma de ATP.

 

O sistema enzimático da glicólise é universal, pelo menos nas suas linhas gerais.

Nos organismos aeróbios, a glicólise constitui o segmento inicial da degradação da glucose, sendo essencialmente prosseguida pelo processo a que, globalmente se atribui a designação de respiração celular.

 

Nos organismos anaeróbios (e mesmo nos aeróbios, em certas circunstâncias), pelo contrário, a glicólise é prosseguida por um outro processo designado por fermentação.

 

Por razões didáticas, é comum considerar o processo da glicólise dividido num certo número de etapas seqüenciais:

 

1ª etapa: consiste na fosforilação da glucose, em glucose-6-fosfato, em presença de ATP e da enzima hexoquinase que atua tendo como cofactor, o ião Mg2+

 

2ª Etapa: a glucose-6-fosfato é isomerizada em frutose-6-fosfato, assistida pela enzima glucose-fosfato isomerase.

 

3ª Etapa: segunda reação de fosforilação

 

4ª Etapa: a frutose-1,6- difosfato é cindida em duas trioses isoméricas: o fosfogliceraldeído e a fosfodihidroxiacetona

 

5ª Etapa: Esta etapa encerra a única oxidação que ocorre durante a glicólise. Realiza em presença de fosfato inorgânico e é catalisada por uma desidrogenase que tem a NAD+ como cofactor. Durante a etapa, a energia libertada pela oxidação é transferida para a formação de uma nova ligação fosfato, rica em energia.

 

6ª Etapa: a energia liberada pela hidrólise é transferida para a síntese de ATP a partir de ADP e de fosfato inorgânico.

 

Etapas seguintes: produção de ácido pirúvico.

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 0.0/10 (0 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)


Deixe Seu Comentário »