tumblr site counter

Classificação Biológica



Quando nos deparamos com uma grande variedade de objetos ao nosso redor, temos a tendência de reunir em grupos aqueles que consideramos semelhantes, classificando-os. Está é uma característica inerente ao ser humano. O ser humano classifica as coisas porque isso as torna mais fáceis de serem compreendidas.

 

Em qualquer sistema de classificação são usados determinados critérios. Por exemplo, em um supermercado os produtos de higiene pessoal ficam numa determinada prateleira de uma determinada seção, os refrigerantes numa outra e os chocolates em uma terceira etc.

 

Os cientistas também classificam. Mas no caso da Ciência, não é aconselhável a existência de muitos sistemas diferentes de classificação, o que tornaria muito difícil a “comunicação” entre cientistas.

 

A importância da classificação biológica é facilitar a compreensão da enorme variedade de seres vivos existentes, e é denominada de taxonomia.

 

Ela é o sistema que ordena os seres vivos e os distribui em grupos hierárquicos.

 

 

 

Ou ainda, a expressão classificação científica ou classificação biológica designa o modo como os biólogos agrupam e categorizam as espécies de seres vivos.

 

Carl Von, em 1735, deu origem ao método classificatório das espécies a partir de uma análise anatômica comparada (a morfologia).

 

Posteriormente, as bases taxonômicas foram reestruturadas,relacionando os seres vivos de acordo com o parentesco evolutivo (classificação científica moderna), dispostas pelas seguintes categorias taxonômicas: Reino, Filo, Classe, Ordem Família, Gênero, Gênero e Espécie.

 

Assim, associada ao sistema moderno de classificação, foi criada uma nomenclatura binomial, com objetivo de uniformizar e simplificar o estudo filogenético aplicável a todas as espécies.

A CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

 

Vegetais (bordo vermelho)

 

 

Animal (homem)

 

 

Categoria

Nome

Características

Categoria

Nome

Características

Reino

Plantae

Organismos geralmente dotados de paredes celulares rígidas e de clorofila

Reino

Animália

Organismos multicelulares que requerem substâncias de origem vegetal e animal para alimento

Sub-reino

Embryophyta

Plantas formadoras de embrião

Filo

Tracheophyta

Plantas vasculares

Filo

Chordata

Animais com notocorda, corda nervosa oca, dorsal e brânquias na faringe em algum estágio do desenvolvimento

Subfilo

Pterophytina

Geralmente, folhas largas e salientes, padrão vascular complexo

Subfilo

Vertebrata

Corda espinhal incluída em uma coluna vertebral, corpo basicamente segmentado, encéfalo dentro do crânio

Classe

Angiospermae

Plantas floríferas, semente incluída em ovário

Superclasse Classe

Tetrapoda Mammalia

Vertebrados terrestres, de quatro patas. Filhotes alimentados por glândulas mamárias, respiração pulmonar, pêlos, cavidade do corpo dividida por diafragma, hemácias anucleadas, temperaturas corporal constante.

Subclasse

Dicotyledoneae

Embrião com duas folhas de semente (cotilédones)

Ordem

Sapindales

Árvores ou arbustos

Ordem

Primates

Arborícolas ou descendentes deles, geralmente com dedos, unhas chatas, olfato pouco desenvolvido.

Família

Aceraceae

Árvores de regiões temperadas

Família

Hominidae

Cara achatada, olhos para a frente, visão de cores, posição ereta, locomoção bípede, pés e mãos diferentemente especializados

Gênero

Acer

Bordos

Gênero

Homo

Encéfalo grande, fala, infância prolongada

Espécie

Acer rubrum

Bordo Vermelho

Espécie

Homo sapiens

Mandíbula proeminente, fronte alta, pêlo ralo


VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 7.0/10 (5 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +1 (from 1 voto)

Classificação Biológica, 7.0 out of 10 based on 5 ratings



Deixe Seu Comentário »