tumblr site counter

Agricultura Orgânica



Agricultura orgânica (também conhecida como agricultura biológica) é um termo utilizado para designar um estilo de produção de produtos agrícolas sem o uso de produtos químicos sintéticos que são tão utilizados na agricultura tradicional.

 

Não são utilizados nem fertilizantes sintéticos, nem pesticidas artificiais e nem sementes geneticamente modificadas. Esse estilo de agricultura tende a ser sustentável e tem uma preocupação direta com a qualidade do produto para a saúde dos consumidores e do próprio meio ambiente.

Para os agricultores orgânicos e para os defensores desse estilo de agricultura é preciso que tenha-se uma visão do todo, uma visão holística. Não se pode simplesmente visar a obtenção de lucros com a agricultura sem a preocupação com o solo, com o meio ambiente, com as pessoas, com o estilo de vida que eles levam entre tantos outros fatores importantes para a vida na Terra.

 

Como não utilizam os produtos sintéticos que apesar de facilitar a produção prejudicam a saúde, o ecossistema e etc, eles precisam utilizar outras técnicas para garantir o sucesso de suas plantações.

 

As principais técnicas utilizadas são: a rotação de culturas, o uso de esterco animal para a adubagem natural, a compostagem e o controle biológico das pragas.

 

Princípios da Agricultura Orgânica

 

A agricultura orgânica possui quatro princípios básicos que norteiam a sua prática, são eles:

 

1) Princípio primeiro: vê o solo como um ser vivo, dessa forma deve ser revolvido o mínimo possível para não ser corrompido.

 

2) Princípio segundo: devem ser utilizados adubos orgânicos, que tem baixa solubilidade

 

3) Princípio terceiro: o controle deve ser feito principalmente através de medidas preventivas, senão for possível através do uso de produtos naturais.

 

4) Princípio quarto: as ervas daninhas fazem parte do sistema assim sendo elas podem ser utilizadas para os insetos se abrigarem ou para cobertura do solo.

 

 

Motivos para consumir produtos orgânicos

 

1) Para proteger as gerações futuras.

 

2) Para prevenir a erosão do solo.

 

3) Para proteger a qualidade das nossas reservas de água.

 

4) Pela necessidade de rejeitarmos alimentos produzidos com o uso de agrotóxicos.

 

5) Para melhorar a saúde dos próprios agricultores.

 

6) Para fomentar a agricultura familiar e as pequenas produções agrícolas contra os latifúndios e agronegócio.

 

7) Para aumentar a renda dos pequenos agricultores.

 

8) Para prevenir que no futuro tenhamos que ter mais gastos.

 

9) Para promover a biodiversidade.

 

10) Para descobrirmos sabores naturais.

 

11) Para contribuirmos para acabar com o envenenamento por pesticidas de milhares de agricultores.

 

12) Para incentivarmos as pequenas propriedades agrícolas.

 

Autoria: Bruna Barlach

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 0.0/10 (0 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)


Deixe Seu Comentário »