tumblr site counter

Baião



O Baião é um estilo musical e de dança tradicional do nordeste brasileiro, onde ele surgiu. Originou-se de um tipo de Lundu (gênero musical e dança tradicional brasileiro que unia o batuque dos escravos bantos com ritmos portugueses) que se chamava baiano e evoluiu para o que hoje conhecemos como o baião.

 

História

 

Na sua origem recebeu influências das danças indígenas, modas de viola e música caipira. No início foi uma palavra usada para designar festas nas quais haviam música e dança.

 

Foi um ritmo muito popular no século XIX e continuou ganhando espaço durante o início do século XX. Popularizou-se em 1940 com o Luiz Gonzaga (chamado de “rei do baião) que compôs o clássico “Baião” e por Humberto Teixeira (doutor do baião).

 

Com eles o baião saiu das festas populares do interior e ganhou o gosto das cidades e daqueles que representavam o bom gosto nacional.

 

Vários importantes músicos do país foram influenciados pelo ritmo tendo inclusive feito experiências com o acordeon que caiu no gosto dos músicos.

 

Foi a partir de 1950 que o baião começou o seu declínio, mas uma importante geração de músicos nordestinos nesses tempos decidiram dar um novo fôlego para o ritmo, como os baianos tropicalistas e Geraldo Vandré que regravou o clássico “Asa Branca”.

 

Anos depois foram influenciados músicos de diferentes vertentes, como Fagner e o grande maluco beleza Raul Seixas, já na década de 1970.

 

O baião chega aos cinemas com o estudioso da música nordestina e também cineasta Sérgio Ricardo nos importantes “Deus e o Diabo na Terra do Sol” de Glauber Rocha e em seu próprio filme “A Noite do Espantalho”.

 

 

Características

 

O baião é tocado costumeiramente com a sanfona, a viola caipira, a flauta doce, o triângulo e o acordeon, sendo que os sons dos instrumentos é intercalado com o canto sempre em ritmo binário.

 

Sua temática padrão é a realidade cotidiana dos nordestinos, seus problemas e dificuldades, sendo uma expressão cultural importantíssima para eles.

 

Músicas importantes que marcaram a história do baião:

 

Baião (Luiz Gonzaga/ Humberto Teixeira) – Luiz Gonzaga

 

Asa Branca (Luiz Gonzaga/ Humberto Teixeira) – Caetano Veloso

 

Paraíba (Luiz Gonzaga/ Humberto Teixeira) – Emilinha Borba

 

Juazeiro (Luiz Gonzaga/ Humberto Teixeira) – Os Cariocas

 

Vem Morena ( Luiz Gonzaga/ Zé Dantas) – Alceu Valença

 

Respeita Januário (Luiz Gonzaga/ Humberto Teixeira) – Luiz Gonzaga

 

A Letra I (Luiz Gonzaga/ Zé Dantas) – Elba Ramalho

 

Cabeça Inchada (Hervê Cordovil) – Carmélia Alves

 

Macaco Véio” (João do Vale/ J.B. de Aquino) – Marinês e Sua Gente

 

Delicado (Waldir Azevedo) – Waldir Azevedo

 

Carcará (João do Vale/ José Candido) – Maria Bethânia

 

O Ovo (Hermeto Pascoal/ Geraldo Vandré) – Quarteto Novo

 

Fica Mal Com Deus (Geraldo Vandré) – Geraldo Vandré

 

Louvação (Gilberto Gil) – Gilberto Gil

 

Ponteio (Edu Lobo/ Capinam) – Edu Lobo e Marília Medalha

 

Baião de Lacan (Guinga/ Aldir Blanc) – Leila Pinheiro

 

Autoria: Bruna Barlach

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 8.5/10 (24 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: +13 (from 13 votos)

Baião, 8.5 out of 10 based on 24 ratings



3 Comentários »

  1. Erisvânia 31 de julho de 2013 at 13:53 - Reply

    O baião é muito famoso no Nordeste.

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 2.2/5 (5 votos cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: +2 (from 6 votos)
  2. Tawanny 21 de agosto de 2016 at 18:36 - Reply

    Gostei!
    A história do baião é sensacional!

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votos cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votos)
  3. Demetrius Câmara Evangelista 25 de outubro de 2016 at 10:05 - Reply

    Bem interessante o material, porém tenho algumas observações como nordestino e percussionista.
    Sanfona e Acordeon é o mesmo instrumento e a zabumba faz parte dos instrumentos do baião.

    Abraço Demetrius Câmara

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votos cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votos)

Deixe Seu Comentário »