tumblr site counter

Água-Forte



Conceito

 

Até o século XVII, o termo água-forte também era utilizado para o acido nítrico diluído em água. Atualmente, água-forte é empregada como uma espécie de gravura feita sobre uma base metálica num dos processos de calcografia em que a imagem que é obtida na impressão é fixada em um metal com ajuda de ácidos.

 

Características do processo

 

Nesta técnica de água-forte o artista abre vários sulcos na matriz de metal com a ajuda de um instrumento chamado buril.Logo depois ele molha levemente o papel e este é o momento em que o desenho é fixado e a imagem fica colorida.

 

O processo é feito a partir do revestimento da chapa de ferro, latão, cobre ou zinco com um verniz de proteção. Em seguida é feita a incisão do desenho que se quer obter com ajuda de um estilete ou qualquer outra ferramenta de ponta metálica. Assim, o desenho surge onde o verniz foi retirado e não arranha o metal, permitindo a ação do ácido que forma sulcos nos locais onde a tinta será colocada.

 

Neste processo, substâncias mordentes como ácido nítrico e percloreto de ferro invadem as regiões da matriz que não foram protegidas pelo verniz, criando cavidades diferentes a fim de causar diferentes impressões.

 

A variação de tonalidades deve-se ao tempo de mergulho do ácido e do número de vezes em que o processo é repetido.

 

Este método também pode ser combinado com outros processos de gravura, mas o seu diferencial é a utilização dos ácidos.

 

Alguns nomes da água-forte

 

Alguns artistas se destacaram mais nesta técnica. Rembrandt é considerado um dos maiores água-fortistas, utilizando sempre a água-forte juntamente com a técnica de ponta seca. Albrecht Dürer, Lucas van Levden, Parnigianino e Francisco de Goya com sua serie “Os Caprichos” foram nomes de destaque deste tipo de arte.

 

Autoria: Jeniffer Elaina da Silva

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 9.0/10 (2 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)

Água-Forte, 9.0 out of 10 based on 2 ratings



Deixe Seu Comentário »