tumblr site counter

A Queda da Economia Americana



A Queda da Economia Americana - CriseA economia americana é a mais importante do mundo, sendo que ela que determina os rumos da economia mundial. Esse seu papel de destaque, na verdade, um papel de superior em relação as demais economias teve seu início com o fim da Primeira Grande Guerra e atingiu seu ápice com a Segunda Grande Guerra, seu desdobramento, a Guerra Fria e com o fato dos EUA ter saído ideologicamente vitorioso.

É claro que não houve um desenvolvimento homogêneo, como toda economia capitalista esta se desenvolve entre altos e baixos, ciclos de crescimento e estagnação, com a diminuição da produção, as chamas recessões.

A primeira e mais categórica grande recessão que os EUA tiveram foi a quebra da bolsa em 1929 que causou um grande período de depressão, que é quando além de não crescer um país começa a ver uma grave contração da sua produção.

Ainda que seja a mais conhecida, a crise de 1929 não foi a única. Houve, da década de 1920 até hoje nada menos que 15 período de recessão, sendo que o período de duração delas variou de meio ano a quatorze meses (exceto a de 29 que durou 28 meses).

CAPITAL ESPECULATIVO E A BOLHA

A economia americana, assim como a de diversos outros países do mundo, hoje em dia, baseia-se na especulação de títulos de ação.

As pessoas compram ações com dois objetivos principais: para vender quando elas foram valorizadas ou quando a empresa tem uma boa rentabilidade e assim conseguir ganhar com seus dividendos.

Mas estes lucros e dividendos deveriam estar ligados à produção real da empresa. No entanto, com o adventos das empresas tecnológicas os investimentos passaram a ocorrer mesmo sem haver lucro real das empresas, tudo baseado em prospectos futuros.

Este tipo de comportamento, chamado de especulação, tem uma série de riscos. Quando este momento de euforia especulativa passa as ações começam a cair vertiginosamente, para chegar ao seu preço real, o que causa um grande caos para os especuladores.

A última crise, que tem trazido questionamentos sobre o futuro da economia americana também está relacionada com a questão do capital especulativo.

A bolha estoura em função da crise imobiliária, que é desencadeada com o processo de venda de casas e hipotecas à pessoas que jamais teria condições de pagar por elas com o objetivo de aquecer o mercado imobiliário.

A Queda da Economia Americana - BolhaEsses títulos que jamais seriam pagos acabam sendo vendidos no mercado de ações dentro de pacotes de títulos, misturados a diversos outros que poderiam ter lastro com a realidade ou não.

Também há a negociação destes papéis entre os bancos e entre os bancos e o governo, sendo que os bancos repassam milhares e milhares de dólares imaginários, que jamais serão pagos e, com isso, causa uma grande crise no mercado.

A explosão dessa bolha foi o marco da crise de 2009 que, apesar do que tem sido dito, ainda causa efeitos nos dias de hoje.

Não foi uma crise qualquer, teve proporções históricas, havendo causado o desemprego em massa de trabalhadores de diversas grandes indústrias e o governo tendo que intervir na economia concedendo grandes empréstimos para que as empresas não falissem de vez (sendo que algumas empresas importantes chegaram a efetivamente pedir falência) e não causassem problemas ainda maiores.

É preciso que compreendamos que as crises são intrínsecas ao capitalismo e que o capital especulativo trabalha com um capital fictício e esses problemas aconteceram e acontecerão novamente, caso não seja repensado todo o sistema de investimentos e ações existente no mundo.

Autoria: Bruna Barlach

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 0.0/10 (0 votos no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)


Deixe Seu Comentário »