tumblr site counter

A Dívida Pública do Brasil



A Dívida Pública no BrasilMuito se fala sobre a dívida interna e externa e o conhecimento deste fluxo é muito importante para compreender a dinâmica econômica do país.

Por que se deve e para quem se deve, como se processa o pagamento e, principalmente, os juros dessa dívidas que sempre vemos sendo discutida, principalmente durante as eleições.

DÍVIDA EXTERNA

A dívida pública externa do Brasil é constituída por um acúmulo de diversos empréstimos que os organismos internacionais (como o Fundo Monetário Internacional – FMI, Banco Mundial e etc) fizeram ao Brasil no passado.

Como qualquer empréstimo, eles tem que ser pagos e tem uma taxa de juros que corrige o valor deste empréstimo. Se, quando um cidadão comum faz um empréstimo em uma empresa especializada muitas vezes não consegue pagar a dívida devido aos juros que tornam o valor a ser pago cada vez maior enquanto seu salário não aumenta na mesma proporção pois não é corrigido pelas mesmas taxas, imagine a situação de um país que não pega emprestado algumas centenas ou milhares de dólares e sim na ordem de bilhões. Proporcionalmente os juros são gigantescos.

Considerando que o primeiro empréstimo contraído pelo Brasil foi no ano de 1824 e depois desse vieram inúmeros outros empréstimos não é difícil concluir que a dívida foi tornando-se, pouco a pouco, impagável. Fonte de terror para o Brasil e uma fonte de renda quase eterna para os credores.

Mesmo quando, em 2008, o então presidente Lula anunciou que o Brasil tinha finalmente condições de terminar de pagar a dívida externa, ele referia-se à dívida líquida, ou seja, o dinheiro realmente emprestado e não os juros, os quais continuamos pagando até hoje e ainda estão na casa de centenas de bilhões de dólares.

DÍVIDA INTERNA

A dívida pública de um país não é só constituída pelo que este país deve a outros países e aos organismos internacionais, também é composta pela chamada dívida interna, dos estados e municípios para com a federação e vice versa.

Dívida Externa do Brasil - FMIMuitas vezes a dívida interna atrapalha muito mais o caminhar das contas internas de um país que a dívida externa, pois o desequilibra internamente atrapalhando as relações entre os entes federados e fazendo com que estados e municípios deixem de investir nos direitos sociais para pagar para a federação o dinheiro devido.

O BRASIL COMO CREDOR DO FMI

Quando, em 2009, Lula, presidente na época, anunciou que o Brasil estaria emprestando dinheiro para o o FMI criou-se uma ilusão que as nossas dívidas estavam reservadas ao passado e que agora eram novos tempos onde o país sairia de devedor à credor.

No entanto, sabe-se que esta foi uma jogada política internacional para “salvar” os EUA, principalmente, da crise monetária internacional que estava instaurada e que arriscava o mercado financeiro mundial.

Neste momento a política externa de Lula acabou por oferecer uma falsa blindagem para o Brasil e colocá-lo numa posição de destaque dentro deste momento político econômico, além de ter modificado a imagem que os próprios brasileiros tinham de si mesmos e com isso esquentado a economia nacional.

Autoria: Bruna Barlach

VN:F [1.9.22_1171]
Nota: 7.0/10 (1 voto no total)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votos)

A Dívida Pública do Brasil, 7.0 out of 10 based on 1 rating



Deixe Seu Comentário »